sexta-feira, 21 de outubro de 2011

RODA VIDA

A VIDA RODA!


De novo na estrada!



quinta-feira, 28 de abril de 2011

"PARE O CASAMENTO"


"Pare o Casamento"
Wanderlea
Composição : Resnick/Young (versão:Luis Keller)

Por favor, Pare agora,
Senhor juiz, Pare agora

Senhor juiz eu quero saber, sem esse amor o que vou fazer,
Pois se o senhor esse
homem casar, morta de tristeza sei que vou ficar.

Por favor, Pare agora,
Senhor juiz, Pare agora

Senhor juiz esse casamento,
será pra mim todo meu tormento,
Não faça isto peço por favor,
pois minha alegria vive desse amor.

Por favor, Pare agora,
Senhor juiz, Pare agora

Senhor juiz, eu sei que o senhor é bonzinho, por favor,
Ele é tudo que eu amo, è tudo que eu quero,
E eu estou certa de que ele também me quer.

Por favor, Pare agora, Senhor juiz, Pare agora
Por favor, Pare agora, Senhor juiz, Pare agora
Por favor, não me deixe sofre assim senhor juiz,
Escute-me isto não se faz,
todo mundo sabe que eu amo esse rapaz.

"EU JÁ NEM SEI"


“Eu Já Nem Sei”
Wanderlea

Eu já nem sei
Se gosto de você ou se gostei
Você me magoou e eu nem liguei
E nem senti vontade de chorar

Meu coração não sente mais nenhuma emoção
Meus olhos já não vêm com paixão
Aquele seu jeitinho de me olhar
Você não foi aquele que eu queria para mim

O amor que eu esperava não ter fim
E que parece agora se acabou
Só resta então, dizer adeus sem medo de chorar
Pois a saudade não vai maltratar
Um coração que não tem mais amor

"O CADERNINHO"


“O Caderninho”
Erasmo Carlos

Eu queria ser o seu caderninho
Pra poder ficar juntinho de você
Inclusive na escola
eu iria com você entrar
E na volta juntinho ao seu corpo
eu iria ficar
Em casa entrar, você me abriria
Para me estudar, e se assustaria
Ao ver revelado em seu caderninho o meu rosto
Me olhando dizendo baixinho
Benzinho eu não posso viver longe você

Eu queria ser o seu caderninho
Pra poder ficar juntinho de você
Inclusive na escola
eu iria com você entrar
E na volta juntinho ao seu corpo
eu iria ficar
Em casa entrar, você me abriria
Para me estudar, e se assustaria
Ao ver revelado em seu caderninho o meu rosto
Te olhando dizendo baixinho
Benzinho eu não posso viver longe você

"ESTÚPIDO CUPIDO"


Estúpido Cupido
Celly Campello
Composição : Greenfield / Neil Sedaka - Vrs. Fred Jorge

Oh! oh! Cupido!
Vê se deixa em paz
(Oh! oh! Cupido!)
Meu coração que
Já não pode amar
(Oh! oh! Cupido!)
Eu amei há
Muito tempo atrás
(Oh! oh! Cupido!)
Já cansei de
Tanto soluçar
(Oh! oh! Cupido!)
Hei, hei, é o fim
Oh, oh, cupido!
Vá longe de mim
(Oh! oh! Cupido!)
Eu dei meu coração
A um belo rapaz
(Oh! oh! Cupido!)
Que prometeu me amar
E me fazer feliz
(Oh! oh! Cupido!)
Porém, ele
Me passou prá trás
(Oh! oh! Cupido!)
Meu beijo recusou
E meu amor não quis
(Oh! oh! Cupido!)
Hei, hei, é o fim
Oh, oh, cupido!
Vá longe de mim
(Oh! oh! Cupido!)
Eu ví um coração
Cansado de chorar
A flecha do amor
Só trás
Angústia e a dor
(Oh! oh! Cupido!)
Mas, seu cupido
O meu coração
(Oh! oh! Cupido!)
Não quer saber
De mais uma paixão
(Oh! oh! Cupido!)
Por favor
Vê se me deixa em paz
(Oh! oh! Cupido!)
Meu pobre coração
Já não agüenta mais
(Oh! oh! Cupido!)

Hei, hei, é o fim
Oh, oh, cupido!
Vá longe de mim...

(Oh! oh! Cupido!)
Mas, seu cupido
Meu coração
(Oh! oh! Cupido!)
Não quer saber
De mais uma paixão
(Oh! oh! Cupido!)
Por favor, vê se
Me deixa em paz
(Oh! oh! Cupido!)
Meu pobre coração
Já não agüenta mais
(Oh! oh! Cupido!)

Hei, hei, é o fim
Oh, oh, cupido!
Vá longe de mim..
(Oh! oh! Cupido!)
Hei, hei, é o fim
Oh, oh, cupido!
Vá longe de mim...

Oh! oh! Cupido!
Oh! oh! Cupido!
Oh! oh! Cupido!

"TE AMO"


“Te Amo”
Wanderlea
Composição : Roberto Corrêa / Sylvio Son

Quisera ter
A coragem de dizer
Como é grande o meu amor
Mas não sei o que acontece
Minha voz desaparece
Quando a teu lado estou
Eu procuro ir disfarçando
É sorrindo ou cantando
Mas por dentro eu estou
Chorando...

Nem mesmo o céu
Que a todos faz sonhar
Não consegue me inspirar
Eu só sei que estou sofrendo
Pouco a pouco vou morrendo
Só por não saber falar
E sozinha eu te chamo
Bem baixinho eu reclamo
Que vontade de dizer
Te amo...
Ah te amo...
Nem mesmo o céu
Que a todos faz sonhar
Não consegue me inspirar
Eu só sei que estou sofrendo
Pouco a pouco vou morrendo
Só por não saber falar
E sozinha eu te chamo
Bem baixinho eu reclamo
Que vontade de dizer
Te amo...
Ah te amo...
Te amo...
Como eu te amo...
Ah te amo...
Te amo, te amo, te amo...

O BOM


“O Bom”
Eduardo Araújo

Ele é o bom, é o bom, é o bom
Ele é o bom, é o bom, é o bom
Meu carro é vermelho
Não uso espelho pra me pentear
Botinha sem meia
E só na areia eu sei trabalhar
Cabelo na testa, sou o dono da festa
Pertenço aos Dez Mais
Se você quiser experimentar
Sei que vai gostar


Quando eu apareço o comentário é geral
Ele é o bom, é o bom demais
Ter muitas garotas para mim é normal
Eu sou o bom, entre os Dez Mais
Ele é o bom, é o bom, é o bom
Ele é o bom, é o bom, é o bom

Eu sou o bom, entre os Dez Mais
Ele é o bom, é o bom, é o bom
Ele é o bom, é o bom, é o bom
Ele é o bom, é o bom, é o bom
Ele é o bom, é o bom, é o bom
Ele é o bom, é o bom, é o bom
Ele é o bom, é o bom, é o bom

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

O PRIMEIRO BEIJO


Atrás da igrejinha,

No muro da escola,

Na volta do cinema,

No portão,

No baile de carnaval, ......

O primeiro beijo nunca esquecemos.

Ouvir sinos,

Grávida de beijo,

Boca molhada,

Drops de anis, ......

Como foi o seu?

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Como eu gostaria ...


"Como eu gostaria ..."

É o inicio da crônica enviada por meu amigo.

Sobre a perda do filho.

Editado no primeiro comentário dessa postagem.

Descabido entre tantas lembranças douradas, leves e felizes?

Absolutamente, não.

Sempre brinco, falando muito sério, que

"teatro (e a Arte, em geral), adia suicídio" ...

Esses sete anos respirando teatro, me ensinaram,

entre tantas coisas, a reconhecer cada instante

dourado que já vivi.

E cuja a lembrança, fortalece

a vontade de sentir isso de novo.

De outras maneiras.

"Só na maturidade, sabemos que os dois

leques do destino podem se alternar, ...

Tragédia ou Comédia,

qual face queremos mostrar?"......

(Olympia Dukakis)

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Carnaval: Recordar é Viver!


Hoje de manhã, vi uma reportagem sobre antigos carnavais.

E concordei com um dos entrevistados:

"só quem viveu a preparação, a ansiedade da véspera, a culpa da quarta-feira de cinzas, as promessas, a fantasia, o baile, ...etc, etc, etc, é que pode contar.

Com a internet, quase tudo de nosso passado pode ser revisto:

filmes, músicas, revistas, figurinos, ... etc.

Mas só quem tinha nos 4 dias a possibilidade de ser especial,

é que pode realmente recordar.

Mesmo quem era proibido de participar de baile,

corso ou cordão, era salvo pelo rádio.

Os carnavais eram lembrados, não por datas,

mas pela "marchinha do ano" e pelos amores que ela embalava.

As desilusões também.

Mas quem ligava?

"Quarta feira sempre desce o pano..."

"Recordar é Viver", "Maria Escandalosa", Mamãe Eu Quero",

"Máscara Negra", .... "Me dá um dinheiro Aí", ..."Garota Bossa-Nova" ...

Quem já viveu?

Quem já esqueceu?

domingo, 30 de janeiro de 2011

Marlon Brando


Essa é a seleção de filmes que recebi de uma amiga.

Em duas palavras:

"Marlon Brando".

Em dois filmes:

"O Selvagem"

"Um Bonde Chamado Desejo".

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Clivio e o Cinema


Sedução.

Imaginação.

Paixão.

Teu nome é Cinema?

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

DOLORES DOS 3 SONHOS


Que saudades!
Quem foi adolescente em São Paulo na década de 60/70
provavelmente se lembrará de quanto a cidade era muito mais humana.
...
Fui convidada para tocar piano num festival.
A música que executei foi:
Sonata ao Luar, de Beethoven.
Realizei meu primeiro sonho.
...
Minha favorita era Lana Turner.
Realizei outro sonho:
fui protagonista na peça “Nuvens”.
...
Agora na terceira idade,
sob a dedicação e direção teatral de Jorge Julião,
vejo-me como uma adolescente interpretando diversos personagens.
...
Meu terceiro sonho realizado!
Bons tempos que eternamente estarão em minha memória!
Dolores Helena.

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

PAUSA PARA DOR


Pausa para Dor?

Pausa pára Dor?

Pausa para Dor.

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

O QUE TRANSFORMA? (IV)


O que transforma

um café

em champagne?

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

O Que Transforma? (III)


O que transforma

uma trilha cotidiana

no caminho especial?

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

O Que transforma? (II)


O que transforma

um simples roçar de dedos

num momento arrebatador?

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

O QUE TRANSFORMA?


O que transforma uma ida e/ou uma vinda

de trem, de metrô, de ônibus, de .....

...... em uma viagem especial?

Em um "tempo dourado" ?

A "Rádio Ilusão", depois de longa viagem por esses tantos mares,

retorna suas atividades. Preguiçosamente. Carinhosamente.

Poderá 2011 ser lembrado como um desses tempos dourados?

Desejo a todas e todos que sim.